Renovação do contrato: UNIMED propõe às entidades reajuste de 21,15% no plano de saúde

Entidades estudam contraproposta para apresentar à UNIMED. – foto: Larissa Lana/ADUFOP

Representantes da ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE IFMG se reuniram na tarde desta quarta-feira (03) com a Coordenadora Comercial da UNIMED Inconfidentes, Patricia Teixeira, para discutir os termos da renovação do contrato do plano de saúde. Foi o primeiro encontro entre os sindicatos e a seguradora para negociar o reajuste dos valores da utilização do plano. Para início de conversa, a UNIMED Inconfidentes propôs um reajuste de 21,15% que será negociado juntamente com os representantes das entidades. Ou seja, valores da utilização do plano passariam a custar R$228,05 (enfermaria) e 315,24 (apartamento).

Entenda:

Novembro é a data base do contrato coletivo com a seguradora de saúde. A partir de 2012, o Índice de Reajuste Anual do contrato passou a constituir-se da soma do Índice IGP-M anualizado do período, acrescido do Índice de Reajuste Técnico (IRT) baseado na taxa de sinistralidade medida pela UNIMED.

Todos os anos, as negociações são feitas em reuniões entre a seguradora e representantes das três entidades sindicais. Nesta quarta-feira, a representante do plano de saúde apresentou um relatório no qual os parâmetros de sinistralidade de outubro de 2017 a setembro de 2018 ficaram em 83,33%, sendo que a taxa considerada ideal é de 75%. O convênio sugeriu também que as entidades esclareçam aos associados sobre o uso desnecessário do plano, o que aumenta ainda mais a taxa de sinistralidade.

Os representantes da ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE IFMG levarão a proposta às bases para análise e entrar em contato com o convênio para uma contraproposta. Confira abaixo o histórico de negociações que confirma o empenho das entidades em diminuir e/ou barrar o reajuste nas negociações:

2013 – Sinistralidade: 91%, Reajuste Acordado: 15% | IGPM: 4,39% (reajuste necessário segundo a UNIMED: 25,72%)

2014 – Não houve sinistralidade superior a 75%, Reajuste acordado: 4,28% (IGPM)

2015 – Sinistralidade: 87,98%, Reajuste Acordado: 17,31% | IGPM: 7,55% (reajuste necessário segundo a UNIMED 24,86%)

2016 – Sinistralidade: 107,89%, Reajuste Acordado: 20% | IGPM: 10,67% (reajuste necessário segundo a UNIMED 59,20%)

2017 – Sinistralidade: 61,68%, Reajuste Acordado: 0% | IGPM: – 1,46% ( A UNIMED propôs percentual de reajuste positivo para equilíbrio econômico)

As entidades reforçam que estão atuando de forma a minimizar ou zerar os índices de reajustes anuais e a ADUFOP está à disposição dos associados para outros esclarecimentos.