Regras do contrato do plano de saúde são cumpridas e não haverá reajuste este ano

As entidades ADUFOP, ASSUFOP e SINASEFE-IFMG conseguiram manter o cumprimento das regras do contrato com a Unimed Inconfidentes e não haverá reajuste no valor das mensalidades e coparticipação do plano de saúde para 2017/2018. Conforme rege o contrato, o reajuste é anual, ocorre no mês de outubro e é composto de dois itens:
a- Inflação acumulada no período de 12 meses medida pelo índice IGP-M;
b- Taxa de sinistralidade, que equivale a uma sobra de receita da Unimed de até 25%.
Neste ano de 2017 o IGPM acumulado (out/2016 – set/2017) ficou em -1,5% (negativo), ao passo que o resultado entre receita e despesa ficou com um saldo positivo da Unimed em 28%. A Unimed propôs o aumento de 13,5% que é o índice da ANS para pessoa física que foi rejeitado pelas entidades.