Comissão eleitoral homologa candidaturas Adufop gestão 2018-2020

Comissão Eleitoral, Luís Antônio Rosa Seixas (centro) na condição de Presidente, Fernando Antônio Borges Campos e Paulo Ernesto Antonelli.

No dia 12 de abril encerram-se as inscrições das chapas para a Diretoria e candidaturas  individuais para o Conselho de Representantes. Inscreveram-se a chapa “Adufop de  classe e de luta” e 12 professores para as candidaturas individuais do Conselho de Representantes.  Os professores membros da Comissão Eleitoral reuniram-se no dia 13 de abril na ADUFOP – Seção Sindical,  quando receberam da  ADUFOP as fichas com as candidaturas protocoladas até as 17h00 horas do dia 12 de abril de 2018. Os membros da Comissão Eleitoral verificaram as inscrições à luz do Regimento Eleitoral e declararam homologadas as candidaturas apresentadas,   acessadas neste link.

Manifesto de apresentação da chapa “Adufop de classe e de luta!”

Em um tempo muito adverso, com o ataque incessante contra os interesses de trabalhadoras e trabalhadores, a chapa “Adufop de classe e de  luta”, vem se apresentar aos docentes e a toda comunidade acadêmica da UFOP, para disputar as eleições à diretoria da entidade, para o biênio 2018-2020.  As eleições estão previstas para 09 e 10 de maio de 2018, quando também acontece a eleição para o ANDES – SN

Nosso coletivo assume, como frente determinante de luta, a defesa intransigente e incondicional da classe trabalhadora; da categoria docente da UFOP; e do caráter público da universidade federal.

Estamos comprometidos:

  • Com um sindicato classista, autônomo e de luta.
  • Com o trabalho ligado às bases da categoria.
  • Com a luta articulada com outros movimentos sociais.
  • Com o ANDES – Sindicato Nacional e sua histórica trajetória em defesa da universidade pública, gratuita de qualidade e na defesa dos interesses de todos os docentes das instituições de ensino superior.

 Estaremos na batalha:

  • Pela educação superior (geral) pública e com condições materiais de existência.
  • Contra a terceirização do trabalho docente.
  • Contra o trabalho voluntário da categoria.
  • Contra o congelamento do orçamento para as universidades.
  • Pelo aumento real dos salários dos docentes.
  • Contra a violação dos interesses da categoria – defesa jurídica.
  • Pela previdência pública e universal.
  • Contra os abusos e pelo melhor atendimento da Unimed. (Auditoria).

 Temos propostas para avançar no trabalho da ADUFOP:

  • Formação de grupos de trabalhos (Gts): carreira; ciência e tecnologia; política educacional; questões de classe, étnico-raciais, gênero, diversidade sexual; comunicação e artes; política agrária, urbana e ambiental.
  • “Quintas Culturais Adufop”: música, teatro e dança.
  • Construção de salão moderno na nova sede, para atividades políticas e culturais.
  • Acompanhar de perto as decisões do CUNI e CEPE e os impactos sobre o cotidiano da categoria.
  • Seminários, conferências e oficinas, aproveitando os saberes específicos dos docentes.
  • Consolidar e ampliar um sistema de comunicação ágil, transparente, contínuo e que englobe: site, vídeos, redes sociais, rádios, entrevistas com docentes, notícias on line, faixas, cartazes e jornal impresso.
  • Manter e intensificar o trabalho conjunto com ASSUFOP e DCE- UFOP.
  • Continuar com as assembleias gerais e assembleias por unidades da UFOP.
  • Trabalho permanente com o Comitê Central de Mobilização da Região dos Inconfidentes.
  • Pautar o debate entre a categoria, da necessidade histórica de outra sociabilidade.

 Adufop de classe e de  luta!

Presidente: André Mayer (Serviço Social)                     

Vice-Presidente: Rodrigo Martoni (Turismo)

1ª Secretaria: Cristina Maia (Biologia)      

2ª Secretaria: Amanda Nascimento (Computação)      

1ª Tesoureira: Kathiuça Bertollo (Serviço Social)    

2º Tesoureiro: Joaquim Toledo (Química)