Às professoras e aos professores da UFOP: estaremos lado a lado!

O resultado das eleições presidenciais deixou o sindicato apreensivo. Assim como a Direção Nacional do ANDES, a ADUFOP orientou somar esforços contra a candidatura da extrema-direita, por avaliar que o projeto de país do candidato não condiz com uma sociedade democrática e plural e, tampouco, vai ao encontro das demandas da classe trabalhadora.
Na quinta e sexta-feira anteriores às eleições vimos um ataque orquestrado contra às Universidades, seus servidores e alunos, com o único objetivo de restringir o livre debate de ideias no espaço acadêmico. Esperamos que estas atitudes arbitrárias não sejam a regra do futuro governo.
Torcemos também que o futuro governo respeite a autonomia universitária prevista na Constituição da República, não atuando no sentido de estrangular financeiramente seu funcionamento.
Queremos ainda que o governo respeite as trabalhadoras e os trabalhadores das Universidades, mantendo a remuneração sem redução salarial e oferecendo condições dignas de trabalho para todas(os).
Contudo, caso estes desejos não se concretizem, gostaríamos de ressaltar que a ADUFOP enquanto entidade sindical estará sempre na defesa da categoria docente e do caráter público da Universidade.
Não vamos recuar um só passo em nossos princípios e não deixaremos nenhuma companheira e nenhum companheiro sozinho na luta por seus direitos.

Não tenhamos medo do futuro!

 

Diretoria da ADUFOP – Gestão 2018-2020